DESCRIÇÃO: Doença viral, freqüente na infância, principalmente, em crianças atópicas. Consiste de pápulas, lisas, brilhantes, de cor rósea ou da pele normal, apresentando depressão central característica (pápula umbilicada). Localizam-se de preferência nas axilas, face lateral do tronco, regiões genitais, perianal e face. No adulto, a localização facial sugere a possibilidade de HIV.

ETIOLOGIA: Vírus do gênero Poxvirus.

RESERVATÓRIO: O homem.

MODO DE TRANSMISSÃO: Contato direto (sexual ou não) com pessoas contaminadas. Auto inoculação.

PERÍODO DE INCUBAÇÃO: Sete dias a seis meses.

PERÍODO DE TRANSMISSIBILIDADE: Enquanto persistirem as lesões.

COMPLICAÇÕES: Disseminação em pacientes imunodeprimidos.

DIAGNÓSTICO: clínico, epidemiológico e histopatológico.

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL: Verrugas planas e vulgares, criptococose cutânea em pacientes imunodeprimidos.

TRATAMENTO: Curetagem ou expressão manual ou com pinça das lesões, seguida de pincelagemcom tinturas de iodo.E o melhor e mais eficaz método, porem pode-se fazer a criocauterização com riscos de recidiva da lesão. Em crianças com quantidade grande de lesões, opta por realizar o procedimento com sedação.

Outra alternativa, de tratamento é o uso de imunomoduladores (imiquimod), no qual a aplicação do produto modifica a resposta imune na áreas tratadas, levando à eliminação das lesões.

CARACTERÍSTICAS EPIDEMIOLÓGICAS: Mais freqüente em crianças e de distribuição universal.

Ocorre também em adultos portadores de infecção pelo HIV, com localização predominante na face( pode-se ainda encontrar lesões gigantes).

NOTIFICAÇÃO: Não é doença de notificação compulsória.

MEDIDAS DE CONTROLE: Informar quanto à etiologia e à natureza benigna da doença; orientar para evitar traumas, coçaduras e tratamentos intempestivos devido autoinoculação; evitar contato pele a pele, principalmente entre crianças; e incentivar outros familiares e contatos extradomiciliares com quadro semelhante para uma consulta médica.